Home | Agenda | Contato | Encontro | Fotos | História | Integrantes | Mp3

 

Veja abaixo, algumas das aparições do Creedence Cover Brasil na imprensa mineira:

NOVO! Revista Carta de Notícias, Vale do Aço, Outubro/2006

DESTAQUE! Estado de Minas e Diário da Tarde, 01/01/2001

Diário do Oeste, 17/08/2001 Correio Revista, 23/05/2001
Estado de Minas, 02/12/1999 Jornal dos Bancários, 23/08/1999
Estado de Minas, 04/03/1999 Estado de Minas, 28/02/1999
Estado de Minas, 12/12/1997 Jornal do Minas Tênis Clube, Agosto/1996
Revista Boomerang, Maio/1996 Estado de Minas, 22/04/1995
Jornal do PIC, Fevereiro/1995 Estado de Minas, 04/11/1994
Correio Musical, Novembro/1993 Gazeta Mineira, 21/05/1993
Estado de Minas, 13/02/1993 Estado de Minas, 30/10/1992
Jornal Carta, 19/06/1992 Estado de Minas, 05/02/1992
Veja - Minas Gerais, 16/10/1991 Estado de Minas, 09/08/1991
Estado de Minas, 11/11/1990

 

Jornal Estado de Minas, 11/11/1990
A MODA DE CANTAR COMO OS ÍDOLOS DOMINA BH

                "Depois de muitas idas e vindas, a banda Collage mudou de nome e repertório. Agora é CREEDENCE COVER (só músicas do CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL) conseqüência dos novos rumos que o grupo está seguindo. 'Have You Ever Seen The Rain?', 'I Heard It Through The Grapevine' e 'Who'll Stop the Rain', estão entre as mais pedidas pelo público, como as cerca de 2 mil pessoas que assistiram o último show da banda na semana passada em Venda Nova (...)”

 

voltar


Jornal Estado de Minas, 09/08/1991
CABARÉ TEM ESPETÁCULO DO CREEDENCE COVER

                "Comemorando seu primeiro ano de existência, a banda Creedence Cover  se apresenta hoje, a partir das 22h, no Cabaré Mineiro, mostrando no repertório os maiores sucessos do Creedence Clearwater revival e da carreira solo dos irmão John e Tom Fogerty. Neste show, criado em novembro do ano passado, o grupo passeia com desenvoltura pelo country, o blues e o rock, revivendo o clima do final dos anos 60 e começo da década seguinte.
                Da formação original do Collage restou hoje apenas Marcelo Dilla (guitarra, violão, voz e gaita), depois que o grupo resolveu alterar sua proposta, partindo para o cover do Creedence, uma das mais representativas bandas norte-americanas. Ao lado do irmão felippe Dilla (teclados e percussão, ex-integrante do Boca de Sino), Fernando Rodrigues (guitarra solo e voz, ex-Renato Társia), Marcos Boechat (baixo e vocal, também ex-Renato Társia) e Rui Montenegro (bateria, ex-Arte Final), ele comanda duas horas de pura energia com o legítimo rock. (...)”

 

voltar


Revista Veja - MG, 16/10/1991
NA MESMA TECLA
    

"Às vezes é a pressão desse público entusiasmado que leva á criação de uma banda cover. Há anos o Collage Revival tocava todo tipo de rock. Desde o ano passado, especializou-se em Creedence Clearwater Revival, um grupo americano que alcançou muito sucesso no Brasil durante os cinco anos em que existiu, de 1968 a 1972. 'As pessoas assistiam aos nossos shows e pediam sempre músicas do Creedence', conta o Vocalista Marcelo Dilla, que também toca violão, guitarra e gaita na banda. 'É incrível como o Creedence tem fãs apaixonados'. Apaixonados e persuasivos o suficiente para transformar o Collage em colagem do seu objeto de admiração. 'Muitas vezes a pessoa conhece a música, gosta dela e não sabe que é da banda', avalia o operador de microcomputadores Marcus Vinicius Moraes Pereira, fã do original e da cópia. (...)"

 

voltar


Jornal Estado de Minas, 05/02/1992
CREEDENCE COVER FAZ FESTA DO COVER HOJE NO CHICO NUNES

                "A fusão do rock, country e blues rendeu à banda Creedence Clearwater revival muito sucesso no final dos anos 60 e início dos 70. Hoje, em plenos 90, sua música ainda é cultivada por muitos, através do cover. Formada por Marcelo Dilla (teclados e percussão), Marcos Boechat (baixo e vocal), Fernando Rodrigues (guitarra e vocal) e Rui Montenegro (bateria), a banda é uma das que cultivam fãs, revivendo o clima de magia fascinante presente na música do Creedence.
                (...) O Creedence Cover é a atração do projeto ; O Verão é Aqui', e promete reviver a música do grupo em show inesquecível. A origem do curioso nome da banda norte-americana é explicada pela existência de uma pessoa conhecida por todo o grupo, que se chamava creedence. À procura do renascimento (revival), uma noite observaram um anúncio de uma cerveja (Clear Walter), via televisão e, a partir disso, batizaram-na com todas as alusões. Com sete LPs gravados, a curta carreira da Creedence Clearwater Revival terminou em 1972. Mas, graças aos fãs, sua música resiste e influencia gerações. principalmente com o advento do cover. (...)"

 

voltar


Jornal Carta, 19/06/1992
    CREEDENCE COVER REVIVE SUCESSOS DO CONJUNTO CREEDENCE NO AUTOMÓVEL CLUBE

                "Recordar é viver, e a banda Creedence Cover segue à risca este ditado, trazendo de volta a boa música do grupo norte-americano Creedence Clearwater Revival, que fez muito sucesso na década de 60, época de beatles e Rolling Stones, lançando hits como 'Molina', 'Have You Ever Seen The Rain?', 'I Heard It Through The Grapevine', 'I Put a Spell on You' e muitos outros.
                O Creedence Cover já tem uma longa história para contar, mas agora vem reestruturado, com muito mais pique, para não só o rock rolar, mas também o folk e as mais calientes baladas dos irmãos Tom e John Fogerty. Da formação antiga (Collage) só restou o líder Marcelo Dilla, velho admirador dos irmãos Fogerty, que muitas vezes chega a lembrar pela proximidade dos timbres vocais. Na guitarra e violão, Dilla segue acompanhado do irmão Felippe (teclados e percussão). Marcos Boechat (baixo), Fernando Rodrigues (guitarra solo) e Ruy Montenegro (bateria), provando que a garotada gosta dos Beatles, dos Rolling Stones e do Creedence também. (...)"

 

voltar


Jornal Estado de Minas, 30/10/1992
BANDA CREEDENCE COVER COMEMORA DOIS ANOS

                "A banda Creedence Cover comemora dois anos de cover do Creedence Clearwater Revival (...). A banda já existia há mais de 10 anos, mas apenas no final de 1990 passou a dedicar-se exclusivamente ao repertório do conjunto norte-americano, que fez grande sucesso entre 1968 e 1972.
                Segundo Marcelo Dilla, vocalista e band leader do Cover, tudo começou em pleno boom das bandas cover, qaundo os fãs do Creedence passaram a exigir maior presença daquelas músicas nos shows. Ele mesmo era fã número um - possui a coleção completa dos discos da banda e da carreira solo dos irmãos Tom e John Fogerty, base do Creedence, além de vídeos, livros e até um pôster original de um show do conjunto na Califórnia.
                'have You Ever Seen The Rain?', 'Proud Mary', 'Who'll Stop The Rain' são alguns dos sucessos mais pedidos. Marcelo Dilla conta também que seu público não formado apenas pelos fãs da banda, mas também pelos admiradores da boa música, já que o Creedence conseguiu realizar bem a fusão de rock, blues e country. Por isto, o Cover é convidado para shows em Belo Horizonte numa média de quatro (apresentações) por mês. Além disto, já se apresentou em Coronel fabriciano, Igarapé, Teófilo Otoni e Três Corações, recebeu convite para tocar em Curitiba, e está com show marcado para o aniversário de Sete Lagoas, em novembro.
                O Creedence Cover mantém quase a mesma formação do início - Beto Arreguy passou a ser o guitarrista em agosto, ao lado de Marcos Boechat (baixo), Felipe Dilla (teclados), Ruy Montenegro (bateria) e do próprio Marcelo Dilla (violão e voz)."

 

voltar


Jornal Estado de Minas, 03/02/1993
CREEDENCE COVER LEMBRA OS 25 ANOS DO CREEDENCE

                "Agora que o rock ficou cinquentão, roqueiros de todas as idades celebram os 25 anos de uma das bandas mais populares nos anos 60, com legiões de fãs até hoje: o Creedence Clearwater Revival. Em 1968, o grupo de liderado pelos irmãos John e Tom Fogerty assumiu o nome e a forma que tornaram-se símbolo da juventude daqueles tempos incandescentes. Em Belo Horizonte, a única banda de que se tem notícia a fazer cover do Creedence, o Creedence Cover, comemora hoje um quarto de século dos ídolos (...).
                'Proud Mary', 'Have You Ever Seen The Rain?', 'Who'll Stop The Rain?', 'Oh Lodi' são alguns dos hits do Creedence que até hoje tiram do sério não apenas quem viveu os sixties como as gerações que se seguiram. Os acordes de 'I Heard It Through The Grapevine' marcaram época como tema de 'Ritmos da Noite', um programa de rádio que todo o público jovem dos anos 70 ouvia e curtia. Mas a banda não durou muito tempo, e por isso tornou-se verdadeiro cult. Foram seis discos de multi-platina e um de platina, dos sete álbuns gravados entre 1968 e 1972. Dos 14 compactos simples lançados nesse mesmo período, doze deles foram discos de ouro consecutivos, ou seja, um recorde que o Creedence faturou, contra 07 de Elvis Presley e 09 dos Beatles (em discos de ouro consecutivos).
                Além destes trabalhos super premiados, a banda também teve discos ao vivo publicados, e mais seis coletâneas de grandes sucessos. Em 1971, Tom Fogerty (guitarra base) deixou a banda em troca de uma mal-sucedida carreira solo. Em 1972, separaram-se os demais integrantes da banda: John Fogerty (guitarra solo e vocal), Doug Clifford (bateria) e Sto Cook (baixo), que haviam começado juntos em 1957,  como um trio “the Blue velvets”; sendo que em 1960, com a entrada de Tom Fogerty passou a chamar-se Tommy Fogerty and the Blue Velvets. Em 1964 originou-se a banda The Golliwogs e posteriormente, no final de 1967 o famoso Creedence Clearwater Revival.
                O Creedence Cover foi formado em Belo Horizonte em 1990 por seguidores apaixonados do Creedence, sob a liderança de Marcelo Dilla, o fã número um, colecionador de todos os discos, pôsteres, livros, vídeos e o que mais houver da banda. Além dele na voz e violão, integram o Cover o baixista Marcos Boechat, Felipe Dilla (teclados), Ruy Montenegro (bateria) e Beto Arreguy (guitarra solo), que entrou para o conjunto no ano passado."

 

voltar


Jornal Gazeta Mineira, 21/05/1993
CLUBINHO DA VILA AÇOMINAS REVIVE A LOUCURA DO SOM DO CREEDENCE

                "Muito rock foi o que se ouviu dia 1º de Maio, sábado, na quadra poliesportiva do Clubinho da Vila Açominas, em Conselheiro lafaiete. Pela primeira vez em nossa cidade, membros da banda Creedence Cover realizaram uma apresentação demonstrando os maiores sucessos da banda Creedence Clearwater Revival, que fez muito sucesso no final dos anos 60 e iníco dos anos 70. (...)”


                         
voltar


Correio Musical, novembro/1993

                 "Alguns artistas se sentem realizados interpretando seus próprios trabalhos a um número de pessoas variado. Outros se sentem bem relembrando sucessos de épocas passadas, nao apenas para buscar a repetição do que já aconteceu, mas visando manter o nome de seu ídolo em evidência durante o passar dos anos, principalmente nuam sociedade consumista onde os sucessos são efêmeros e bastante rápidos.
                O Creedence Cover é um conjunto musical criado a alguns anos por um grupo de amigos músicos, bem conhecidos do público mineiro, principalmente da noite belorizontina. (...)”     

 

voltar


Jornal Estado de Minas, 04/11/1994
CREEDENCE COVER FESTEJA 4 ANOS DE COVER DO CREEDENCE

                "A banda mineira Creedence Cover está completando seu quarto aniversário e, para comemorar a data vai reunir a galera num único show, esta noite, no Caverna bar. A festa começa às 23h e vai celebrar a atitude dos cinco m;usicos belorizontinos que, a quatro anos atrás, dando ouvidos aos pedidos e sugestões do público frequente em seus shows, resolveram se juntar para tocar exclusivamente as músicas do Creedence.
                A grande pedida da noite é exatamente essa: Creedence Clearwater Revival, regado a muito blues, rock e country. Fiéis ao som original do grupo americano, os mineiros não reinventam arranjos para as composições do Creedence, mas assumem sim, com prazer, a posição de cover da banda americana que conseguiu maior destaque mundial em termos de rock produzido nos Estados Unidos no fim dos anos 60 e início dos 70.
                O Creedence Cover é o que se poderia chamar de resultado da demanda do público. Avaliando estes quatro anos de trabalho, o guitarrista Beto Arreguy credita à banda mineira boa porcentagem de crecimento do número de fãs do Creedence em Minas. Ele observa que anham seus shows. Agora a moçada dos 20 aninhos se junta aos 'coroas' de mais de 35, público cativo desde as primeiras apresentações do Creedence Cover.
                Há muito motivo para  comemoração. Afinal, não é nada fácil segurar o balanço por quatro anos diretos na estrada, depois de algumas variações em sua formação. A banda conta atualmente com:Ruy Montenegro (bateria), Marcelo Dilla (voz, gaita e guitarra base), Felipe Dilla (teclados e percussão), Beto Arreguy (guitarra solo) e Marcos Boechat (baixo e backing vocal). Para provocar o gostinho do que vai rolar no caverna, Beto cita 'I Put A Spell On You', 'have You Ever Seen The Rain?' e 'Who'll Stop The Rain'."

 

voltar


Jornal do PIC, fevereiro/1995
CREEDENCE: SUCESSO NO DOMINGO TEEN

                "A banda Creedence Cover, foi responsável pela tarde de agito no Domingo Teen do dia 22 de janeiro.
                Marcelo Dilla (vocal e guitarra base), Felipe Dilla (teclados), Beto Arreguy (guitarra solo), Marcos Boechat (contrabaixo) e Rui Montenegro (bateria) esbanjaram puro blues, country e rock característicos do repertório do Creedence. 'Have You Ever Seen The Rain'?, 'Jambalaya', e alguns hits da carreira solo de John Fogerty, contagiaram o público presente.
                O Creedence Cover revive os cinco  anos de sucesso do original americano (final dos anos 60 e início dos anos 70) , contando com um público fiel, que admira o perfeito trabalho do cover mineiro. (...)"

 

voltar


 

Jornal Estado de Minas, 22/04/1995
CREEDENCE COVER LEMBRA O MELHOR DA BANDA CREEDENCE

                "Aumenta que isso aí é rock'n'roll', já dizia o velho refrão. E partindo deste princípio, a banda mineira Creedence Cover está prometendo muito rock para hoje à noite (...), onde irá mostrar os maiores sucessos do extinto grupo norte-americano Creedence Clearwater revival, um dos grandes expoentes dos anos 70. (...)”
    

           
voltar


Revista Boomerang, Maio/1996
QUALIDADE, PERFECCIONISMO E SUPERAÇÃO: O MELHOR DO COVER DE BH


                "As luzes iluminam o palco, os instrumentos já foram testados, tudo está devidamente posicionado. O público aguarda ansioso aqueles que, embora fisicamente diferentes, apresentam um trabalho com tanta qualidade quanto as grandes bandas que marcaram a vida de muitas pessoas ali presentes. Com vocês, o melhor do cover de beagá.
                Desde a década de 80, várias bandas vêm surgindo com a proposta de resgatar o trabalho de seus ídolos. O rock dos Stones, as baladas dos Beatles, o coutry/blues do Creedence e a animação da discoteca dos anos 70 foram retomadas dando início ao movimento cover em Minas Gerais. De lá para cá, isto vem se solidificando e hoje Belo Horizonte tem o privilégio de poder acompanhar o trabalho sério de bandas como It's Only Rolling Stones, Sgt. Pepper's Band, Creedence Cover e Dib Six.
                Ser cover não significa ser parecido fisicamente ou vestir-se da mesma forma que o artista que se está imitando, isto é mais um complemento. O mais importante é executar um trabalho o mais fiel possível ao da banda original, cantar e tocar igual, usando os mesmo timbres e cadências.
                (...) 'Todo mundo dizia que minha voz lembrava bem a do vocalista do Creedence. Como nós gostávamos muito desta banda, resolvemos aproveitar o momento em que o cover estava no auge, no final da década de 80, para lançar o nosso trabalho', diz o vocalista Marcelo Dilla.
                Mas ao contrário do que muitos pensam, realizar um trabalho cover não é uma tarefa nada fácil. Não basta se identificar ou apenas gostar de determinado artista ou grupo. É necessário talento, muita pesquisa e saber escolher bem o modelo que se vai 'copiar'. 'As pessoas já conhecem o trabalho da banda original, com isso, o que você irá produzir tem que ser muito bom. Eu estudei muito a história do Creedence, o tipo de música e suas origens', explica Dilla. (...)"
 



  voltar


Jornal do Minas Tênis Clube, agosto/1996
MUITO ROCK, ALTO ASTRAL E ANIMAÇÃO, RECEITA PARA UMA NOITE DE SUCESSO

                "Mais de 10 mil watts de potência e dois palcos enormes armados para a festa. No ar, muita expectativa para a apresentação do que há de melhor em termos de 'bandas cover' em BH.
                O Minas, dando prosseguimento ao Projeto Juventude,  um espaço aberto à turma jovem, promoveu em julho, na Unidade II, o 1º Festival de Bandas Cover do Minas, com apresentações eletrizantes dos grupos Creedence Cover, It's Only Rolling Stones, Ultimato, Peral Jam Cover e Carne Crua. (...)"
O apresentador Serginho Groismann do SBT, fez entrevistas ao vivo com as bandas covers do evento.

voltar


Jornal Estado de Minas, 12/12/1997
ROCK COVER

                "A banda Creedence cover faz hoje  show , na boite do Pampulha Iate Clube, interpretando os grandes sucessos da maior banda americana de rock. (...)"

voltar


Jornal Estado de Minas, 28/02/1999

                O assunto desta reportagem foi, com toda certeza, a maior realização da nossa carreira - o encontro entre Creedence Cover e Creedence Clearwater Revisited.
Leia tudo sobre o acontecimento na seção "Encontro".

voltar


Jornal Estado de Minas, 04/03/1999
CÓPIA FIEL

                "Marcelo Dilla, Ruy Montenegro, Marcos Boechat e Sandro Ramos não são apenas fãns do Creedence. Músicos, respectivamente vocalista, baterista, baixista e guitarrista, formam o Creedence Cover, banda cover do Creedence Clearwater Revival, formada a nove anos. 
                No Mineirinho, eles vão tentar de qualquer forma um contato com a banda. 'Sei que vai ser difícil. Quero ver se consigo pelo menos uma foto com eles', conta o vocalista, dono de uma acervo da banda que inclui todos os álbuns, tanto em vinil quanto em CD, posteres, fitas de vídeo e livros.
               A vinda do original a Belo Horizonte está sendo ótima para o Creedence Cover 'Estão aparecendo vários contatos, não só de shows, mas também de fãns do Creedence que querem conversar sobre a banda', diz ele. (...)"

 

voltar


Jornal dos Bancários, 23/08/1999
FESTA DO DIA DOS BANCÁRIOS

                "Em comemoração ao Dia dos Bancários, 28 de agosto, o Sindicato realizará uma festa, 27 de agosto. (...) apresenta-se a banda Creedence Cover - The Best Of Creedence, que a nove anos desenvolve um trabalho cover do Creedence Clearwater revival, resgatando um período inesquecível da música popular norte-americana e internacional. Os estilos passam do rock ao country, blues e baladas. A incrível fidelidade na execução destes sucessos fez com que o Creedence Cover fosse considerada pela crítica a melhor banda cover do Creedence no país. (...)"

 

voltar


Jornal Estado de Minas, 02/12/1999
ANIVERSÁRIO DO CREEDENCE COVER

                "Marcelo Dilla, vocalista e guitarrista do Creedence Cover admite: a vinda do Creedence a BH em fevereiro deste ano ajudou e muito a cover mineira. 'Estamos tocando muito, principalmente no interior', comenta. No dia 11 deste mês a banda completou nove anos. (...)
                O Creedence Cover conta ainda com Rui Montenegro na bateria, Marcos Boechat no baixo e Sandro Ramos na guitarra - somente este último não está na formação original. O começo, de acordo com Dilla, se deu porque vários amigos pediram que formasse uma banda cover de Creedence, já que seu timbre vocal se assemelha com o de John Fogerty. 
                A banda traz 44 músicas no repertório, duas delas da carreira solo de fogerty. Depois do encontro com o Creedence, o Cover chegou a trocar e-mail com os músicos americanos. Mandou também uma demo com 'Proud Mary', 'Have You Ever Seen The Rain' e 'Hey Tonight', entre outras. 'Eles elogiaram a versão', orgulha-se Dilla. (...)"

voltar


Diário do Oeste, 17/08/2001
MELHOR QUE O ORIGINAL
             

  "O Creedence Cover, banda considerada como a melhor do Brasil, apresenta-se dia 17 de agosto na Boate D+ em Divinópolis
Essa banda mineira nasceu com o nome de Collage Revival, há 11 anos atrás, e desde sua fundação vem colecionando glórias e fãs por todo lugar que passa. O atual estágio profissional do grupo é marcado pela gravação de um CD de músicas raras do período pré-Creedence e que se tornou místico, por não ter sido comercializado pela gravadora do Creedence.
               .
                Vale a pena conferir o show hoje à noite na Boate D+."

 

voltar


Revista Carta de Notícias - Vale do Aço/MG, Outubro - 2006

clique na revista e leia a entrevista na íntegra



"Marcelo Dilla fala com exclusividade à Carta de Notícias sobre a emoção do encontro com os integrantes da banda original e trajetória de sucesso do Creedence Cover Brasil.
CN - São 16 anos de estrada e palco. O que o Vale do Aço representa nisso. Faz idéia do número de vezes que vieram por aqui?
DILLA - Hoje, o Vale do Aço é uma das mais expressivas regiões de Minas Gerais, tanto na parte econômica quanto na populacional, política e mais recentemente, na esportiva. Isso tudo fez com que a região começasse a ter um importante destaque no
cenário nacional e, conseqüentemente, um artista que se preze, irá fazer shows na região, sabendo da grande importância para seu currículo profissional. O Vale do Aço tem cada vez maior presença na mídia, nos espaços culturais e também, no interesse
das pessoas pelos grandes eventos. O Creedence Cover, nestes 16 anos, já fez mais de 20 shows em Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo. Esperamos que este número aumente cada vez mais! de estrada e o crescente sucesso culminaram, em 1999, com o título de melhor banda entre todas as covers de Creedence do Brasil, segundo os jornais das principais cidades nas quais a banda se apresentou.
Isso valeu à banda um encontro inédito com o Creedence Clearwater Revisited durante a turnê de 19 99 no Brasil.
Foi a primeira vez que uma banda cover encontrou-se com uma banda original de tamanho sucesso no Brasil e no mundo. (...)

voltar

 

Estado de Minas e Diário da Tarde, 01/01/2001

CREEDENCE COVER toca em evento para mais de 200 MIL pessoas. Confira abaixo as matérias dos jornais.

 

voltar

------------------------------------------------------------------------------------------

Homenagem a todos Motoclubes do Brasil...

Contato | Flyers | Links| Creedence Cover®